quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Criatividade, improvisação e as organizações


Conforme o século 21 avança, estudiosos de gestão têm voltado sua atenção para a criatividade organizacional, abrindo espaço para a improvisação como potencial para gerar o novo.
No entanto, para promover a improvisação no ambiente de trabalho algumas condições básicas são necessárias: cultura experimental, estruturas mínimas e um fluxo de informações em tempo real.
Em entrevista exclusiva, Leila Oliva, especialista em Criatividade e Inovação do LAB SSJ, afirma que “o segredo está na combinação do estímulo externo com o autodesenvolvimento”.
Para entender melhor como a criatividade por meio da improvisação se dá nas organizações, leia o texto na íntegra que o LAB disponibiliza agora.
Este artigo foi traduzido e reproduzido pelo LAB SSJ com a permissão da Rotman magazine.
Fonte: LAB SSJ

0 comentários: