Afinal, o que é inovação?


Inovar. Inovar. Inovar.  É a palavra do momento, não se ouve falar em outra coisa. O mundo dos negócios criou uma – falsa – impressão de que é preciso inovar a cada momento. É sempre bacana ser o pioneiro, sair na frente de todos. Mas o que significa ser inovador? Criar algo que ninguém criou. Será? Matthew Toren publicou um artigo noYoungentrepreneur sobre o que define um empreendedor inovador.
Toren começa o texto fazendo uma comparação bacana. O fato de a Motorola ter sido a primeira a lançar um celular com visor colorido a torna uma empresa empreendedora?  A resposta é não. Basta levar em consideração a seguinte questão: “se a Motorola não tivesse lançado esse tipo de visor, ele não existiria?”. A Motorola não apresentou algo nunca pensado antes, só adiantou uma evolução que de certo ocorreria.
Já se pararmos para analisar a Apple, percebemos que ela vai muito além de identificar as necessidades das pessoas, ela cria necessidades. Pensemos, por exemplo, no iPad 2, que foi lançado na última semana no Brasil e atraiu centenas de aficionados por tecnologia para as lojas. As pessoas não precisam de um iPad 2, elas querem ter o novo tablet. Deu para notar a diferença?
Steve Jobs e sua equipe apresentam produtos que ninguém nunca imaginaria que fossem capazes de existir. Isso sim define o verdadeiro inovador. Outro sinal que pode indicar se você está ou não fazendo a diferença é o quanto seus competidores te copiam e correm atrás para  conseguirem se igualar você. Matthew Toren defende que não se aprende a inovar, inovação é uma característica que já vem determinada no gene. E você, é inovador?



Sobre o autor

Julia Rodrigues postou 58 vezes aqui.

PRÓXIMA
« Prev Post
ANTERIOR
Next Post »